Vida Urbana

Devido à falta de verbas, PRF reduz o policiamento nas estradas

Unidades operacionais da PRF poderão ser fechadas para conter gastos.




Kleide Teixeira
Kleide Teixeira
Serviço de escolta de cargas superdimensionadas serão suspensas pela PRF

As atividades da Polícia Rodoviária Federal (PRF) vão ser reduzidas a partir desta quinta-feira (6). Em nota, divulgada nesta quarta-feira (5), o órgão informa que a decisão foi tomada em função do contingenciamento orçamentário imposto pelo Decreto 9.018/17, de 30 de março de 2017.

De acordo com a PRF serão suspensos os serviços de escolta de cargas superdimensionadas e escoltas em rodovias federais além das atividades aéreas de policiamento e resgate. Ainda haverá a redução dos deslocamentos terrestres de viaturas de patrulhamento e a desativação de unidades operacionais.

A PRF informa que as medidas foram selecionadas de maneira a causar o mínimo de impacto na atividade fim do órgão. "Buscaremos diminuir o prejuízo no atendimento de ocorrências emergenciais, priorizando atendimento de acidentes com vítimas, auxílios que sejam de competência exclusiva da PRF e enfrentamento a ilícitos", afirma.

Sobre a desativação das unidades operacionais o órgão afirma que haverá um cronograma conforme planejamento e adequação regional. "O policiamento das áreas das unidades desativadas sendo assumido por outras unidades operacionais, de acordo com critérios da gestão regional", diz.

Na nota, a PRF informa que as unidades administrativas vão reduzir o horário de atendimento ao público, que passará a ser das 9h às 13h. Ao JORNAL DA PARAÍBA, a Superintendência da PRF na Paraíba informou que ainda não foi decidido como o contingenciamento de gastos afetará o funcionamento nas unidades do órgão no estado.