Vida Urbana


Bebê de paraibana atingida por tiro na barriga no RJ está paraplégico

Tiro também arrancou pedaço da orelha e deixou coágulo na cabeça do bebê.




O bebê da paraibana Claudinéia dos Santos Melo, que estava grávida de nove meses e foi atingida por uma bala perdida no fim da tarde de sexta-feira (30), em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, ficou paraplégico. Arthur nasceu numa cesariana de emergência e seu estado de saúde é considerado gravíssimo. O disparo que atingiu o bebê também arrancou um pedaço da orelha dele e deixou um coágulo na cabeça.

No momento a principal preocupação dos médicos com Arthur é com a possibilidade de infecções e hemorragias. Claudinéia é de João Pessoa, e o pai, Klebson Cosme, é da cidade Natuba, no Agreste paraibano. 

O tiro atravessou o quadril da mãe e atingiu a criança - perfurou os pulmões e provocou uma lesão na coluna. O bebê passou por duas cirurgias e, depois, foi transferido para o Hospital Estadual Adão Pereira Nunes.

Klebson, o pai do bebê, passou o fim de semana entre os dois hospitais. “Observei, alisei. Pude mexer um pouquinho com ele”, disse em entrevista ao G1.

A reportagem do JORNAL DA PARAÍBA entrou em contato com a Polícia Civil do Rio de Janeiro para saber mais informações sobre o caso. Até a publicação desta matéria a polícia ainda não havia respondido.