Vida Urbana


Trauma de CG registra redução de 50% nos atendimentos de queimados no São João

Apesar da queda nos atendimentos de queimados, acidentes de moto lideraram entradas no Trauma




Leonardo Silva
Leonardo Silva
Casos envolvendo acidentes de moto lideraram as entradas nos plantões durante o período

O Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande, divulgou nesta segunda-feira (26) o balanço dos atendimentos realizados durante a véspera e dia de São João, os números divulgados pela unidade de saúde mostram uma redução de 50% nos atendimentos de vítimas de queimaduras, se comparado com o mesmo período do ano passado.  O balanço tem como base as entradas realizadas a partir da zero hora da sexta-feira (23) até as primeiras horas de hoje. 

De acordo com os dados, foram atendidas 11 pessoas vítimas de queimaduras provocadas por fogos ou fogueiras na véspera e dia de São João, quatro foram crianças com idades entre zero e 14 anos e sete foram adultos. No período do 1º a 25 deste mês já foram atendidos 16 pacientes vítimas de fogos ou fogueiras.

Na véspera e no dia de São João do ano passado foram atendidas 21 pessoas vítimas de queimaduras provocadas por fogos ou fogueiras, sendo dez crianças com idades entre zero e 14 anos e 11 adultos. No período do 1º a 25 de junho foram atendidos 34 pacientes vítimas de fogos ou fogueiras.

Os casos envolvendo acidentes de moto lideraram as entradas nos plantões durante o período. No total, 118 pacientes foram atendidos devido a acidentes com motocicleta, 31 vítimas de acidente de carro, seis vítimas de projéteis de arma de fogo, dez de arma branca e 22 por espancamento. Os demais atendimentos foram na Clínica Médica e na Pediatria. O hospital informou ainda que foram realizadas 65 cirurgias no período.