Vida Urbana

Morre paraibano que estava em ônibus que se acidentou no ES

Acidente grave envolveu uma carreta, um ônibus e duas ambulâncias, deixando 23 mortos. 




Reprodução/G1
Reprodução/G1
Maria Selma Thomaz da Silva e Domingos Sávio são da cidade paraibana de Conceição

Morreu neste domingo (25) o paraibano Domingos Sávio de 24 anos que estava no ônibus que se envolveu em um acidente grave na BR-101, no Espírito Santo. O acidente aconteceu na última quinta-feira (22) quando um carreta carregada com um bloco de granito invadiu a pista contrária e atingiu um ônibus de frente, que após o impacto pegou fogo. Duas ambulâncias que vinham atrás do ônibus também bateram. Com a morte de Domingos Sávio, subiu para 23 o número de mortos no acidente, que também deixou mais de 20 feridos. 

Domingos Sávio estava no ônibus, que seguia de São Paulo para Vitória acompanhado da mãe, a também paraibana Maria Selma Thomaz da Silva, de 50 anos. Ele teve 95% do corpo queimado no acidente e estava internado no Hospital Jayme Santos Neves, na Serra. O corpo dele já foi encaminhado nesta manhã para o Departamento Médico Legal (DML), na capital.

Maria Selma Thomaz da Silva continua internada, também no Hospital Jayme Santos Neves. Domingos e Maria Selma são da cidade de Conceição, estavam morando em São Paulo e viajavam para visitar parentes. 

"A minha irmã estava vindo com 'Savinho' para passar esse fim de semana comigo na minha casa e ela não chegou, aí eu procurei alguém da empresa para me informar o motivo da demora, aí eu fui informada do acidente. Foram postando fotos do acidente, quando eu vi as proporções do acidente eu entrei em desespero. Minha irmã chegou lúcida no hospital, se identificou, falou o nome dela completo para a assistente social do hospital. Depois um funcionário da Águia Branca [empresa de ônibus] informou que um rapaz mudo estava em um hospital em Cachoeiro do Itapemirim, mas ele estava muito queimado, ele teve mais de 90% do corpo queimado", disse a irmã de Maria Selma Thomaz  na última sexta-feira em entrevista ao JPB 1ª Edição. 

 Carreta invade contramão

De acordo com a PRF, a carreta, que transportava pedras, invadiu a contramão e bateu no ônibus.

As ambulâncias seguiam na pista e também se envolveram no acidente.

Avaliações preliminares apontam que a causa do choque pode ter sido um defeito mecânico na roda traseira da carreta, segundo a PRF.

A viação Águia Branca informou que o ônibus com 31 passageiros e o motorista saiu ontem (21) de São Paulo às 16h e tinha a chegada a Vitória prevista para às 7h de hoje. Em nota, ela lamentou o acidente e registrou que “toda a diretoria da empresa segue acompanhando de perto todas as providências necessárias, sem medir esforços para o apoio aos passageiros e familiares”.

A empresa informou ainda que uma equipe de profissionais acompanha as vítimas e familiares e está tomando as providências necessárias junto às autoridades.