Vida Urbana

Instrutor paraibano morre afogado para salvar o filho em praia do Rio Grande do Norte

Gustavo Augusto estava em kitsurf quando a criança caiu na água; ele salvou o filho, mas se afogou.




Um instrutor de kitesurf paraibano morreu afogado na tarde desta quarta-feira (21), em São Miguel do Gostoso, no litoral do Rio Grande do Norte. Gustavo Augusto, conhecido como Pica-Pau, tentava salvar o filho que estava com ele em um kitesurf e acabou caindo no mar. Gustavo era natural da cidade de Patos, no Sertão paraibano, e morava em João Pessoa.

Segundo informações do G1 RN, pescadores relataram que Gustavo Augusto estava em um kitesurf com o filho de oito anos nas costas. Em determinado momento, a criança caiu na água.

Após a queda da criança, o pai saiu da prancha e voltou nadando para tentar resgatar o filho. O também kitesurfista Leandro Ferreira contou ao G1 que pescadores que estavam nas proximidades conseguiram visualizar a situação e então foram ao encontro da criança e de Gustavo.

Gustavo empurrou o filho em direção aos pescadores e teria, em seguida, afundado na água. "A criança foi resgatada e não se viu mais o Gustavo. O corpo dele só foi encontrado cerca de uma hora depois, quando eu e outro colega o encontramos a uma distância de aproximadamente 100 metros da praia", relata Leandro Ferreira.

Ele e outro morador nadaram até o ponto onde estava o corpo de Gustavo e o arrastaram até à praia. "Infelizmente, quando chegamos ele já estava morto. Então puxamos o corpo para a areia", acrescentou.

O filho do paraibano passa bem. O Instituto Técnico-Científico de Perícia foi acionado para recolher o corpo.