Vida Urbana


Casa de juiz vai virar abrigo para jovens vulneráveis no Sertão

 Casa Lar atender crianças e adolescentes com direitos violados.




Sem utilização pelo juiz da Comarca de São João do Rio do Peixe, Sertão paraibano, a casa destinado ao magistrado será transformada em uma Casa Lar para abrigar crianças e adolescentes com direitos violados. O imóvel foi cedido pelo Tribunal de Justiça da Paraíba à prefeitura de São João do Rio do Peixe. O Termo de Cessão de Uso foi assinado, na manhã desta sexta-feira (9), pelo prefeito José Airton Pires de Sousa, e pelo presidente em exercício do TJPB, desembargador João Benedito da Silva.

A unidade, conforme antecipou o prefeito José Airton, vai contemplar nove cidades, sendo cinco pertencentes à própria Comarca; outras três, da região de Uiraúna e, uma, que pertence à Comarca de Sousa. “Dentro dos próximos 30 dias, a casa será instalada, com atendimento 24 horas, inicialmente com 12 crianças, podendo chegar a 18”, anunciou.

O presidente em exercício, desembargador João Benedito, destacou que o assunto foi bem estudado pela Presidência, que já havia despachado, autorizando a celebração do contrato. “A casa estava sem utilização pelo Judiciário e, agora, vai atender a uma importante demanda naquele local”, afirmou.