Vida Urbana

Depois de rebelião e fugas, internos do Lar do Garoto são transferidos para outras unidades

Dez reeducandos vão ser levados para João Pessoa e outros sete, para o Sertão.




Reprodução/TV Paraíba
Reprodução/TV Paraíba
Primeiro ônibus com internos saiu do Lar do Garoto na manhã desta quinta-feira

Dezessete internos serão transferidos do Lar do Garoto, em Lagoa Seca, nesta quinta-feira (8), para outras unidades de reeducação para jovens infratores em João Pessoa e Sousa. Segundo o procurador-geral de Justiça da Paraíba, Bertrand Asfora, que solicitou a transferência, 10 reeducandos vão para o Centro Socioeducativo Edson Mota (CSE), na capital, e sete para o Centro Educacional do Adolescente (CEA), no Sertão.

O primeiro ônibus com internos da unidade saiu por volta das 7h desta quinta. O veículo transportava os jovens que seguiriam viagem para João Pessoa. Ainda não se sabe em que momento o ônibus com os internos que vão para o Sertão sairá do Lar do Garoto.

A transferência dos jovens foi definida na tarde da quarta-feira (7), durante reunião do Ministério Público (MPPB), com representantes do governo e da Justiça. Na ocasião, o procurador Bertrand Asfora anunciou a criação de uma Comissão Especial para apurar a situação dos adolescentes no sistema socioeducativo em todo o estado.

Uma outra medida foi tomada pelo juiz da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Campina Grande, Algacyr Rodrigues Negromonte, que autorizou que a Polícia Militar reforce a segurança dentro do centro socioeducativo Lar do Garoto. Por meio de um ofício, o juiz pediu ainda que fosse realizada uma operação “Pente Fino” para localizar objetos ilícitos no local, mas sem o uso excessivo da força .

Caos no Lar do Garoto

No sábado (3), depois de uma rebelião, 7 internos morreram carbonizados e espancados e seis fugiram. Dos seis, um foi recapturado. Na quarta-feira (7), 4 internos fugiram depois de cerrarem os cadeados e pularem o muro da unidade do Lar do Garoto.Um foi recapturado minutos depois da fuga.