Vida Urbana


Ministro da Transparência confirma presença na abertura do HackFest

Evento apoiado pela Rede Paraíba tem início nesta sexta-feira. 




O ministro interino da Transparência, Fiscalização e Controladoria Geral da União, Wagner de Campos Rosário, confirmou presença na solenidade de abertura da 3ª edição do 'HackFest Contra a Corrupção'. O evento, promovido pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB), em parceria com a Rede Paraíba de Comunicação, Controladoria Geral da União (CGU), Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e mais de 20 outras instituições e órgãos, acontece no período de 9 a 11 de junho, no Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa.

A solenidade de abertura, presidida pelo procurador-geral de Justiça do MPPB, Bertrand de Araújo Asfora, acontece nesta sexta-feira (9), no Teatro Paulo Pontes, do Espaço Cultural. Logo após a abertura oficial do HackFest 2017, que nesta edição tem como tema ‘Tecnologia, Transparência e Cidadania’, está programada a palestra da escritora e consultora Martha Carrer Cruz Gabriel.

Idealizado pelo MPPB, por meio do seu Núcleo de Gestão do Conhecimento e Segurança Institucional (NGCSI), que tem como coordenador o promotor de Justiça Octávio Celso Gondim Paulo Neto, que também está à frente do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), o 'HackFest Contra a Corrupção' é uma maratona hacker de programação que pretende, por meio do desenvolvimento de soluções tecnológicas, envolver a sociedade no combate à corrupção.

Nos dias 9, 10 e 11 de junho, programadores, estudantes e profissionais ligados ao desenvolvimento de softwares, e também das áreas de Direito, Administração, Gestão Pública, Design e Arte/Mídia estarão reunidos no evento, para palestras de nivelamento, brainstorming (técnica de discussão em grupo que se vale da contribuição espontânea de ideias por parte de todos os participantes, no intuito de resolver algum problema ou de conceber um trabalho criativo) e formação de equipes, desenvolvimento de softwares e apresentação das ideias. Uma programação dinâmica nos três dias do evento, com 30 horas de atividades que irão atender aos cerca de três mil participantes esperados para o HackFest 2017 (entre maratonistas, público e agentes de órgãos públicos, de universidades etc.).

Parcerias

A terceira edição do HackFest é realizado pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB), pela Rede Paraíba de Comunicação, Controladoria Geral da União (CGU), Tribunal de Contas do Estado (TCE), Centro Universitário de João Pessoa (Unipê), Labortório Analytics da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Governo da Paraíba, Banco do Brasil e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), a Associação Paraibana do Ministério Público (APMP-PB), o Instituto Não Aceito Corrupção, Associação dos Servidores da Procuradoria Geral de Justiça do Estado da Paraíba (ASMP-PB), Associação dos Servidores do Ministério Público da Paraíba (SINDSEMP-PB), Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Tribunal de Contas da União (TCU), Associação Nacional para Inclusão Digital (Anid), universidade Federal da Paraíba (UFPB), Contas Abertas, Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas da Paraíba (Sebrae), Instituto dos Auditores Internos do Brasil (IIA Brasil), SaferNet, Instituto de Educação Superior da Paraíba (IESP), Operação Serenata de Amor, Transparência Internacional, Controladoria Geral do Município de João Pessoa (CGM), Associação Nacional dos Auditores de Controle Externo dos Tribunais de Contas do Brasil, Sindicato dos Servidores do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (SindContas), Associação dos Magistrados da Paraíba (AMPB), Controladoria Geral do Estado (CGE), SomaBrasil, Exército Brasileiro e do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).