Vida Urbana

Numol libera último corpo de adolescente morto em rebelião

Corpo ainda aguardava reconhecimento e a apresentação da família.




Nesta segunda-feira (5), foi liberado o último dos sete corpos dos adolescentes que foram mortos em uma rebelião no Lar do Garoto, em Lagoa Seca. A liberação aconteceu após uma perícia realizada pelo Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande. Conforme a polícia, o corpo ainda aguardava reconhecimento e a apresentação da família para a liberação. Os sete adolescentes morreram na madrugada de sábado (3) e seis corpos haviam sido liberados até o fim da manhã do domingo.

Segundo o Instituto de Polícia Científica (IPC) e o Numol, Ma rebelião, cinco jovens foram mortos carbonizados e outros dois foram mortos no pátio da instituição, após serem agredidos dentro das celas. Os laudos do IPC e Numol ainda não foram divulgados.

A polícia ressaltou que a fuga em massa ocorreu por volta das 2h30 e que, após a ocorrência, grupos rivais começaram a brigar dentro da unidade.

Motivação

A Polícia Civil observou que a vingança por um roubo de uma casa e intrigas entre internos do Lar do Garoto podem ter sido a motivação para as mortes ocorridas no centro educacional, durante a rebelião.