Vida Urbana

2ª fase da Operação Gabarito é encerrada com suspeito preso em JP

Homem foi encontrado em uma pousada no bairro de Tambaú, na capital, onde estava se escondendo.



Na noite desta sexta-feira (19), a segunda fase da Operação Gabarito foi encerrada pela Polícia Civil com 19 prisões. Conforme o titular da Delegacia de Defraudações de João Pessoa, Lucas Sá, o último suspeito que estava sendo procurado foi preso em uma pousada no bairro de Tambaú, na capital, onde estava se escondendo.

Lucas Sá informou que até o momento 30 pessoas foram indiciadas e 29 foram presas, por suspeitas de envolvimento no esquema de fraudes em concursos e vestibulares. A polícia estima que mais de 70 certames possam ter sido fraudados pela quadrilha ao longo dos últimos 12 anos. Ainda de acordo com a PC, o montante movimentado gira em torno de R$ 21 milhões.

O último suspeito preso seria guarda municipal em Bayeux, na Grande João Pessoa. Segundo o delegado, ele já teria sido aprovado em diversos concursos, entre eles do Ministério Público da Paraíba e da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

O suspeito teria abandonado os plantões e não estaria atendendo os telefones de seus superiores após a deflagração da Operação Gabarito. O delegado ressaltou que ele estava mudando de endereço para tentar escapar das acusações.

Lucas Sá garantiu que novas fases da operação ainda vão ser realizadas, com a instauração de um inquérito para cada concurso investigado. “A partir da 3ª fase, a DDF irá aprofundar as condutas em relação a cada concurso e objetiva identificar todos os beneficiados”, disse.