Vida Urbana


Mototaxista é morto com tiro de espingarda em Campina Grande

Ladrões levaram veículo e celular de Francisco Lelis e jogaram corpo em estrada.




Reprodução/TV Paraíba
Reprodução/TV Paraíba
Policiais ouvem familiares de mototaxistas nas proximidades do local onde ocorreu o crime

O mototaxista Francisco Lelis, 38, foi encontrado morto na manhã desta sexta-feira (21), em uma estrada no bairro de Bodocongó, em Campina Grande. Segundo a polícia, ele foi assassinado nas proximidades do Hospital da FAP com um tiro de espingarda calibre 12.

Familiares informaram que Francisco saiu para a casa da namorada por volta das 23 horas da quinta-feira (20) em sua moto e não voltou para dormir. Pelas redes sociais, eles souberam da morte do mototaxista e foram até o local. Os parentes constataram que o corpo era de Lelis e acreditam que ocorreu um latrocínio (roubo seguido de morte).

Todavia, a delegada Tatiana Matos disse que vai aprofundar as investigações. “O que a família nota é a ausência do aparelho celular e a ausência da moto de cor azul. A família fortalece a vertente do latrocínio, mas nós não descartamos ainda a possibilidade de um homicídio. Nós temos que trabalhar com uma coleta maior de provas para fechar esse indício”, explicou a delegada.