Vida Urbana


Chuva forte mobiliza Defesa Civil em Campina Grande

Canais aumentaram volume de água, mas não há risco de que casas fiquem alagadas. 




Divulgação/Defesa Civil
Divulgação/Defesa Civil
Com as chuvas, os canais que cortam Campina Grande subiram de volume

Desde a noite de quarta-feira (12), vêm sendo registradas chuvas em Campina Grande e alguns pontos estão sendo monitorados por equipes da Defesa Civil, sob riscos de alagamentos. O órgão informou que tem se mobilizado desde às 5h desta quinta-feira (13), para evitar transtornos. Canais aumentaram volume de água e o Terminal de Integração ficou com poças por conta de goteiras no telhado.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Campina Grande, Ruiter Sansão, as equipes do órgão já analisaram pontos como o Distrito dos Mecânicos, que tem um histórico de alagamentos, mas a situação está normalizada. Também foram visitados locais como a Vila dos Teimosos, em Bodocongó; parte do bairro do Pedregal,  Cruzeiro, e o bairro da Liberdade.

Ruiter adiantou que, por enquanto, os transtornos têm sido por conta do funcionamento dos semáforos e o entupimento de bueiros. “Não precisamos retirar nenhuma família das residências, mas equipes da Secretaria de Assistência Social estão de plantão, caso isso ocorra.

O coordenador do órgão informou, ainda, que por causa do grande volume de chuva, o canal de Bodocongó tem acumulado muita água, mas que não há riscos de que essa água invada residências.

Os pluviômetros da Defesa Civil já registraram 37 milímetros de chuvas na cidade. Já a Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), informou que Campina Grande acumulava 21 milímetros de chuvas até às 7h desta quinta.

A meteorologista da Aesa, Marle Bandeira, informou que a previsão é de chuvas esparsas na cidade.

Transtornos no Terminal de Integração

No Terminal de Integração, muitos assentos ficaram tomados pela água e as pessoas tiveram que esperar o ônibus em pé. A chuva também resultou em muitas poças de água dentro do local, boa parte causadas pelas goteiras identificadas no teto da Integração, algumas delas próximas às instalações elétricas.