Vida Urbana

Deficiente mental é morto ao invadir casa de vizinho

Filha do autor dos tiros alegou legítima defesa.



Um homem de 39 anos foi morto na manhã desta terça-feira (11), no bairro das Nações, em Campina Grande. De acordo com a Polícia Militar (PM), a vítima era deficiente mental e foi morto a tiros pelo vizinho ao invadir a casa dele.. A filha do autor dos tiros alegou que ele agiu em legítima defesa.

Ainda conforme a PM, os policiais receberam o chamado da população que ouviu barulhos de tiros e ao chegar ao local encontraram a vítima, Nicodemos Trajano da Silva, morto no terraço da casa com três tiros no corpo.

O dono da casa, Romildo da Silva, de 49 anos foi detido e levado para a Central de Polícia Civil, mas a filha dele informou aos policiais que Romildo agiu em legítima defesa.

O delegado de homicídios, Francisco de Assis, disse que não tem detalhes sobre o caso e que aguarda o laudo pericial feito pelo Instituto de Polícia Científica (IPC).