Vida Urbana

Volume de açude localizado em Taperoá aumenta 10 vezes com últimas chuvas

Segundo prefeitura, a água já é suficiente para abastecer a população, sem racionamentos, até o fim do ano.




O volume do açude Manoel Marcionilo, localizado no município de Taperoá, no Cariri do estado, aumentou 10 vezes, saindo da situação de colapso, com menos de dois dias de chuvas. A informação foi divulgada pela Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa). 

De acordo com a agência, o açude passou de 3,2% para 37,5% da capacidade total, tendo recebido mais de 5 milhões de metros cúbicos de água. Com esse aumento, conforme a prefeitura de Taperoá, “a água já é suficiente para abastecer a população, sem racionamentos, pelo menos até o fim deste ano”.

A Aesa ressaltou que na última terça-feira (14), o açude, que tem capacidade para armazenar até 15,1 milhões de metros cúbicos de água, estava com 487 mil metros cúbicos. Já nesta quinta-feira (16), o volume do açude estava em 5,6 milhões de metros cúbicos.

De acordo com o presidente da Aesa, João Fernandes, as chuvas dos últimos dias provocaram uma forte cheia no Rio Taperoá, antes da barragem do açude Manoel Marcionilo. Nos 15 primeiros dias do mês de março, pelo menos 168 municípios da Paraíba receberam chuvas.