Vida Urbana

Docentes da UEPB optam por paralisação na próxima semana

Decisão foi tomada nesta quinta (9), durante assembleia geral da categoria.



Os professores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) vão paralisar as atividades na próxima quarta-feira (15). A decisão foi tomada nesta quinta (9), em Campina Grande, durante assembleia geral da categoria, que seguiu uma convocação nacional. O motivo é a reforma na previdência.

Conforme a Associação dos Docentes da UEPB (Aduepb), a ideia é realizar paralisações semanais. “Isso deve ocorrer por tempo indeterminado. Além disso, estamos em assembleia geral permanente, ou seja, podemos convocar a qualquer momento um novo encontro para fazer deliberações”, afirmou o presidente da Aduepb, Nelson Júnior.

Ainda de acordo com ele, após a primeira paralisação, as outras vão ocorrer de maneira alternada nas terças ou quartas-feiras de cada semana.

Nelson ressaltou que foi reprovada por unanimidade a proposta de enfrentamento a crise financeira da instituição apresentada pelo reitor da UEPB, Rangel Júnior. O plano busca demitir 120 professores, além de técnicos e também um corte de aproximadamente 2.700 vagas em cursos, por ano.

“Estamos aguardando novas propostas. O reitor está com essa proposta por causa de outros problemas financeiros em relação ao Governo do Estado. Permaneceremos em estado de greve e não está descartada a possibilidade de se deflagrar uma greve geral”, finalizou.