Vida Urbana

Polícia Civil prende grupo que planejava explodir banco

Operação evitou mais um ataque a agência.  




Um grupo suspeito de planejar explosão a uma agência bancária no Brejo paraibano foi preso pela Polícia Civil, por meio das delegacias de Roubos e Furtos da Capital e de Campina Grande. Três pessoas foram presas e um está foragido. Com o grupo, a polícia apreendeu armamento de uso restrito, explosivos, grampos (usados para espalhar nas estradas), roupas camufladas e coletes à prova de bala.

Por meio de investigação, a polícia conseguiu chegar a casa de uma suspeita, Luana da Silva Pereira, 23 anos, no Assentamento Santa Cruz, no bairro do Itararé, em Campina Grande. O material apreendido estava na casa dela. Segundo o delegado de Roubos e Furtos de João Pessoa, Tércio Chaves, na hora em que a polícia chegou na casa de Luana, dois suspeitos conseguiram fugir, mas logo depois foram localizados, Saul Ferreira Lima, 26 anos, e Flávio Tibério, 36 anos.
 
 
Outro suspeito, Flávio Barbosa Clementino, 32 anos, que está foragido, é namorado de Luana, segundo informou a polícia. Os delegados que participaram da operação, Tércio Chaves e Aldrovilli Grisi, de João Pessoa, e Ellen Maria, de Campina Grande, informaram que Flávio Tibério era considerado o chefe do grupo e já foi acusado de roubo.