Vida Urbana

Casos de HIV/Aids se concentram em 75 cidades da Paraíba

Maioria dos diagnósticos é feita na Região Metropolitana de João Pessoa.



Cidades da Região Metropolitana concentram maioria dos casos de HIV/Aids da Paraíba, totalizando 388 de 650 diagnosticados este ano. Os demais municípios com altas taxas de incidência têm como característica comum serem um lugar de passagem por estarem em pontos estratégicos no Estado, como Campina Grande, Guarabira e Patos. A gerente operacional das DSTs/Aids/Hepatites Virais do Estado, Ivoneide Pereira, informou que nesses 33 anos da presença da Aids na Paraíba, o preconceito e a desinformação ainda estão presentes dificultando o diagnóstico precoce. 

No Estado foram notificados 650 casos, dos quais 291 em João Pessoa. A capital também foi o único lugar que registrou morte este ano decorrente da doença. “Os casos estão presentes em todos os municipios da Paraíba, só que devido ao preconceito as pessoas ainda buscam fazer o teste nos grandes centros”, informou.
 
Nesses últimos dez anos, os diagnósticos aumentaram e a quantidade de óbitos diminuíram. Comparando 2016 a 2007, por exemplo, nas sete cidades com maior incidência (João Pessoa, Campina Grande, Bayeux, Santa Rita, Patos, Cabedelo e Guarabira) foram notificados 388 casos de HIV/Aids e apenas uma morte este ano. Já em 2007 foram 154 registros e seis mortes, um aumento de 151%. “Isso reflete o aumento das informações fazendo com que as pessoas procurem o diagnóstico precoce e os cuidados necessários para tratatamento da doença, diminuindo assim, o número de mortes”, ressaltou.  
 
Saiba mais
Na Paraíba, a assistência as pessoas que possuem HIV é garantida por meio do Serviço de Assistência Especializada em HIV/Aids (SAE)
 
Cabedelo 
Rua São Sebastião S/N, bairro Camalaú
Telefone: (83) 3250-3279
 
Santa Rita 
Rua D. Eurico, 126, Centro
Telefone: (83) 3229-4686
 
Campina Grande
Rua Basílio Araújo, 717, Catolé
Telefone: (83) 3322-3272
 
Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC) 
Telefone: (83) 2101-5500
 
João pessoa
 
Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW)
Campus Universitário I
Telefone: (83) 3216-7821
 
Hospital Clementino Fraga
Rua Esther Borges, S/N, Jaguaribe
Telefone: (83) 3218-5453
 
Centro de Testagem e Aconselhamento Municipal
Rua Alberto de Brito, S/N, Jaguaribe
Telefone: (83) 3214-7942
 
Patos
Rua João Soares, 117, Jardim Califórnia
Telefone: (83) 3425-2645
 
Pombal
Rua Coronel João Leite, S/N 
Telefone: (83) 3431-2609
 
Princesa Isabel
Rua São Vicente de Paulo, S/N
Telefone: (83) 3457-2514
 
Direitos do soropositivo
 
- Atendimento, tratamento e medicamento gratuitos
- Sigilo sobre a sua condição sorológica
- Queda da obrigatoriedade do exame de Aids no teste admissional
- Direito ao Benefício de Prestação Continuada (BPC), pago pelo Governo Federal a toda pessoa
com aids que esteja incapacitada para o trabalho e com renda familiar inferior a 1/4 do salário mínimo
- Isenção do pagamento de Imposto de Renda, quando receber proventos de aposentadoria, reforma por acidente em serviço e pensão
- Ninguém deve sofrer discriminação por viver com HIV/Aids. Caso isso aconteça, recomenda-se ir à delegacia de polícia e fazer um boletim de ocorrência
 
Fonte: Ministério da Saúde