Vida Urbana

Jornalista morto no voo da Chapecoense cobriu Jogos da Juventude em João Pessoa

Guilherme Marques passou nove dias na PB e pretendia voltar nas férias.



Divulgação
Divulgação
Guilherme Marques (à esquerda) na cobertura dos Jogos

O repórter da Globo, Guilherme Marques, é um dos que estavam no avião que levava o time da Chapecoense e sofreu um acidente aéreo na Colômbia na madrugada desta terça-feira (29). O jornalista comemorou o aniversário de 28 anos na última sexta-feira (25). Ele esteve entre os dias 11 a 20 deste mês, em João Pessoa, para a cobertura da etapa 15 a 17 anos dos Jogos Escolares da Juventude 2016, em parceria com a TV Cabo Branco.

Os Jogos Escolares da Juventude reuniram cerca de 4 mil atletas de 25 estados brasileiros e Guilherme Marques ficou responsável por produzir conteúdo sobre as competições, que aconteceram no Centro de Convenções de João Pessoa, ginásio Ronaldão, Vila Olímpica Parahyba, ginásio da Funad, Ansef, Apcef e AABB.

A TV Cabo Branco deu suporte ao jornalista no período em que esteve na capital para realizar o trabalho. O apresentador do Globo Esporte Paraíba, Kako Marques, conta que a relação de amizade com o jornalista vem desde 2014, quando Guilherme Marques veio para cobrir a partida do Vasco contra o Treze pela Copa do Brasil. "Construímos uma amizade ao ponto de nos chamar de primos, devido ao sobrenome. Estou consternado, era um jovem promissor", comentou.

Colegas que fez durante a temporada disseram que Guilherme Marques já havia estado por três vezes na Paraíba e tinha pretensões de voltar nas férias. "Ele se tornou um amigo, inclusive fez questão de ir ao meu aniversário, no dia 19. Era um profissional e uma pessoa excelente", lembrou Daniel Sousa, assessor de comunicação da TV Cabo Branco.