Vida Urbana

Teste reprova cinco protetores solares; veja quais

Dez marcas foram testadas pela Proteste.



Francisco França
Francisco França
FPS avalia a capacidade de os produtos filtrarem a radiação do tipo UVB

Metade dos protetores solares para o rosto testados pela Proteste - Associação Brasileira de Defesa do Consumidor não tiveram o desempenho esperado, com proteção inferior à indicada na embalagem. A pesquisa foi divulgado nesta segunda-feira (28). Das dez marcas levadas ao laboratório do órgão para avaliar a eficácia, os produtos da Sundown, L'Oreal, ROC, Sunmax e La Roche Posay não apresentaram o Fator de Proteção Solar que consta dos rótulos.

De acordo com a pesquisa do órgão, o protetor La Roche Posay, por exemplo, apresentou 42% a menos do que o indicado de FPS. A metodologia indicada na norma da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) considera aceitável uma variação de até 17% em relação ao que é informado na embalagem. Ainda segundo o Proteste, os outros quatro produtos (Sundown, L'Oreal, ROC, e Sunmax) também tinham mais do que esse percentual permitido.

O órgão informou que o FPS avalia a capacidade de os produtos filtrarem a radiação do tipo UVB, que atinge a camada mais superficial da pele, podendo causar vermelhidão, queimaduras e câncer de pele. O valor de FPS consiste na razão entre o tempo de exposição à radiação ultravioleta necessário para produzir vermelhidão na pele protegida pelo protetor solar e o tempo, para o mesmo efeito, com a pele desprotegida.

Em comunicado, a L’Oréal refutou "de forma absoluta os resultados apresentados pela Proteste e desconhece os critérios utilizados na realização dos testes em protetores solares conduzidos por esta entidade. O Grupo e suas marcas La Roche-Posay e L’Oréal Paris não foram informados sobre o laboratório no qual foram feitos esses testes, tampouco as condições e os resultados detalhados dos mesmos".

Já a Johnson & Johnson Consumo, detentora das marcas Sundown e ROC, reafirmou "seu compromisso com o consumidor na oferta de produtos de qualidade e na busca constante pela inovação e tecnologia dedicadas à saúde e ao bem-estar dos brasileiros". Conforme a empresa, os produtos "oferecem o FPS declarado em suas embalagens, seguem a legislação nacional e são aprovados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária)".