Vida Urbana

Homem é encontrado morto com a palavra 'estuprador' escrita no peito

Vítima estava amarrada sem roupas e com uma corda no pescoço. 



Um morador de rua foi encontrado morto dentro de um carrinho de mão na cidade de Bayeux, Região Metropolitana de João Pessoa, na noite deste domingo (27). De acordo com informações da Polícia Militar, a vítima estava amarrada e com uma corda no pescoço. Ele estava sem roupas e o corpo tinha sinais de agressão; além disso, a palavra 'estuprador' foi escrita no peito com batom.

Pelo menos dez pessoas teriam participado do homicídio. O corpo seria jogado em um lixão, mas a polícia chegou ao local e, após um tiroteio, conseguiu prender um suspeito de 42 anos. O homem confessou o crime e foi levado para a Central de Polícia Civil, em João Pessoa. Já os outros suspeitos fugiram após reagirem à ação policial e não foram localizados.

O caso foi registrado por volta das 21h (horário local), no bairro Mário Andreazza. Segundo a PM, um morador da região acionou a polícia informando que cerca de dez pessoas deixaram na rua um carro de mão com um corpo dentro.

Segundo o delegado Pedro Ivo, titular da delegacia de homicídios de Bayeux, o preso confessou o crime e disse que matou a vítima a pauladas pois o morador de rua estaria se masturbando para crianças do bairro.

O suspeito foi autuado em flagrante e deve passar por audiência de custódia na tarde desta segunda-feira (28). O corpo da vítima foi levado para a Gerência de Medicina e Odontologia Legal de João Pessoa (Gemol), onde permanecia sem identificação até as 10h. A polícia não soube informar se o homem respondia a processo por algum crime.