Vida Urbana

Conferência internacional discute humanização do parto em Brasília

Tema do encontro este ano é Acolhendo Experiências e Irradiando mudanças. 



Difundir e aprofundar o conhecimento sobre humanização do parto, dar visibilidade a experiências exitosas de humanização e redução de cesáreas desnecessárias no Brasil e no exterior e sensibilizar novos parceiros na estruturação de serviços humanizados na assistência à gestação e ao parto. Esses são alguns dos objetivos da 4ª Conferência Internacional sobre Humanização do Parto e Nascimento que é realizada até a próxima quarta-feira (30) em Brasília.

O tema do encontro este ano é Acolhendo Experiências e Irradiando mudanças. A proposta é dar visibilidade ao que vem sendo feito para tornar o parto e o nascimento experiências fortalecedoras para a mulher e para o recém-nascido, retirando dessa vivência a conotação de momento de grande sofrimento. Os cursos, as palestras e mesas redondas serão realizadas em pelo menos 12 salas e no auditório central do Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

Além do foco em experiências brasileiras, haverá espaço na conferência para a exposição de práticas registradas ao redor do mundo por meio da Mostra Internacional de Boas Práticas na Gestão e na Atenção Perinatal. Muitas dessas propostas de humanização da atenção ao parto e ao nascimento já estão incorporadas a políticas públicas, por exemplo, em países como Brasil, México e Espanha.

“Trata-se de um único evento que reúne todas as categorias profissionais do parto, como médicos, enfermeiros, doulas, técnicos em enfermagem, neonatologistas, pediatras. Todos os envolvidos na atenção à mulher no ciclo gravídico-puerperal, que significa desde a gravidez até 40 dias após o parto e também inclui os dois primeiros anos da criança”, explicou a presidenta da Associação de Doulas do Distrito Federal, Marilda Castro.

A abertura oficial do evento ocorre hoje (27), às 19h30. A programação completa pode ser encontrada na internet. Quem quiser mais informações pode entrar em contato com os organizadores da conferência por meio dos telefones (61) 98175-5157, (61) 98254-3699 e (61) 98445-2353.