Vida Urbana

Tradicional Romaria da Penha acontece neste sábado

Cerca de 420 mil fiéis são esperados para participar da romaria este ano. Veja programação.



Divulgação
Divulgação
Romaria começa às 22h, em frente a Igreja de Lourdes, no Centro de João Pessoa.

A 253ª Romaria de Nossa Senhora da Penha ocorre, neste sábado (26), em João Pessoa. Cerca de 420 mil fiés são esperados para participar da caminhada, de quase 14 km, que começa em frente a Igreja de Lourdes, no Centro, e segue até o Santuário de Nossa Senhora da Penha, na orla da Capital.

A programação da Romaria, para este sábado, começa a partir das 17h, com uma carreata levando  imagem da Santa da Penha para a igreja de Nossa Senhora de Lourdes, no Centro da capital, de onde, às 22h, começa a a Romaria de Nossa Senhora da Penha. A Bênção de Envio dos Romeiros deverá ser feita pelo Administrador Apostólico da Arquidiocese da Paraíba, Dom Genival Saraiva de França, que também vai celebrar a Missa campal no fim da caminhada.
 
De acordo com a Arquidiocese da Paraíba 12 trios acompanharam os fiés no trajeto. "Todos (os trios) vão ser inspecionados pelo Corpo de Bombeiros. Somente após essa inspeção é que os trios que estiverem em conformidade com as normas técnicas exigidas pelo órgão fiscalizador vão ser autorizados a participar da caminhada, animando os devotos", afirma a organização.
 
Neste ano, a Romaria conta com o apoio de 1.000 pessoas entre colaboradores diretos e indiretos. A Equipe de Coordenação Geral, comandada pelo Pe. Luiz Antônio, é composta por 10 pessoas. A Equipe de Coordenação dos trios tem 7 pessoas. A Equipe da Coleta conta com 100 colaboradores. E a Equipe do Andor e Equipe de Apoio tem 50 pessoas. Para os organizadores, a Romaria da Penha é uma experiência de fé. " A Romaria é um profundo momento de oração, de encotro pessoal com Deus e com seu Filho, que nos alcança pela sua misericórdia", afirma os organizadores. 
 
Ao longo dos quase 14 km pelas ruas de João Pessoa, a Romaria contará com o apoio dos órgãos públicos da Prefeitura de João Pessoa e do Governo da Paraíba, para garantir a segurança e a tranquilidade dos romeiros, bem como, orientar a população sobre as interdições que acontecerão nas ruas.
 
Segurança
 
A Polícia Militar vai utilizar um reforço de 800 policiais militares e 45 viaturas para a segurançada Romaria da Penha. A operação especial da PM vai das 18h do sábado (26) até 17h do domingo (27). O percurso vai ter monitoramento por câmeras de longo alcance e alta resolução. O esquema conta ainda com 12 pontos e Plataformas de Observação Policial (POP).
 
O comandante do Policiamento da Região Metropolitana (CPRM) de João Pessoa, coronel Lívio Delgado, adiantou que além das câmeras fixas, a PM vai ter auxílio também do monitoramento móvel. “Através dos nossos drones, que ficarão percorrendo do alto todo o percurso e indicarão possíveis suspeitos para que os policiais do terreno possam agir”, destacou. 
 
 
Trânsito
 
A passarela da avenida Dom Pedro II será interditada pelos policiais do Canil do Batalhão de Operações Especiais (Bope) para evitar acidentes. Na área do Santuário de Nossa Senhora da Penha, a Cavalaria vai reforçar a segurança na chegada dos romeiros. Nas ruas paralelas, a Ronda Ostensiva Tática com Apoio de Motocicletas (Rotam) e o Bope vão intensificar as rondas e os bairros receberão o reforço da Força Regional.
 
Coronel Lívio disse que o esquema de segurança leva em consideração a expectativa de público para este ano. “São esperadas aproximadamente 420 mil pessoas, tanto da Capital como de outras cidades, inclusive de fora da Paraíba, então nossa corporação planejou um esquema especial para garantir a tranquilidade na Romaria, que começa desde a saída dos fiéis de casa, já que muitos optam por ir caminhando de sua residência, até o domingo, um dia após o evento”, concluiu.
 
A previsão dos organizadores da Romaria é que a caminhada termine, por volta das 4h da maadrugada do domingo (27), com a chegada da imagem de Nossa Senhora da Penha ao Santúario, na praia da Penha. Quando haverá uma missa campal  que vai ser celebrada, em um campo de futebol ao lado do santuário, pelo Administrador Apostólico da Arquidiocese da Paraíba, Dom Genival Saraiva de França.