Vida Urbana

Paraíba tem pior outubro em 13 anos e perde 850 vagas de emprego

Resultado representa queda de 0,21% em relação a setembro. Construção Civil e Serviços puxaram queda.



 A Paraíba perdeu 850 vagas de emprego em outubro de 2016, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado pelo Ministério do Trabalho e Emprego nesta quinta-feira (24). O resultado, que representa uma queda de 0,21% em relação a setembro, é o pior para o mês de outubro em 13 anos; em 2015, 760 postos de trabalho foram perdidos no mesmo mês.

A queda foi puxada pelos setores de Construção Civil (-1,09%) e Serviços (-0,29%), que perderam, respectivamente, 459 e 451 vagas de emprego em relação ao mês de setembro. Já o setor de Comércio foi o que mais gerou postos formais no período, com a criação de 113 vagas.

Os municípios de Bayeux (+ 38 vagas), Sousa (+28) e Patos (+21) foram os que mais geraram empregos no período. Já João Pessoa (-531 vagas), Campina Grande (-281) e Cajazeiras (-91) apresentaram o maior número de desligamentos.

Em todo o país, foram encerradas 74.748 vagas de trabalho, uma redução de 0,3% em relação a setembro. Esse resultado originou-se de 1.104.431 admissões e de 1.179.179 desligamentos.