Vida Urbana

Paraibanos estão casando menos, revela pesquisa do IBGE

Paraíba apresentou a maior redução no número de registros de casamentos no Brasil, com 7,7%.



Closet da Rê
Closet da Rê
Nordeste apresentou a maior proporção de casamentos entre solteiros

Os paraibanos estão casando menos. É o que aponta a pesquisa 'Estatísticas do Registro Civil', do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas( IBGE), divulgada nesta quinta-feira (24) pelo órgão. Na pesquisa, a Paraíba foi o estado que apresentou a maior redução no número de registros de casamentos, com -7,7%.

Entre as 27 unidades federativas, 20 apresentaram aumento dos registros civis de casamentos entre 2014 e 2015, sendo o Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul com crescimento acima de 10% e o Acre com expressivo aumento de 40% no número de casamentos. Ao lado da Paraíba, o estado de Sergipe também apresentou uma das maiores reduções no período de um ano, apresentando -6,3%.

O Brasil registrou em 2015, 1.137 321casamentos civis, representando um aumento de 2,8% em relação à 2014.

Solteiros casam mais no NE

No Brasil, considerando o total de casamentos entre sexos diferentes, as uniões entre cônjuges solteiros representavam 76,1% do total de casamentos. Em segundo lugar, com 9,6% dos casamentos realizados em 2015, estavam os casamentos entre mulher solteira e homem divorciado, e em terceiro as mulheres divorciadas com os homens solteiros, 6,4%. As demais combinações entre o estado civil dos cônjuges foram em menores proporções. Entre as Grandes Regiões, o Nordeste apresentou a maior proporção de casamentos entre solteiros, enquanto que o Centro-Oeste apresentou a maior proporção entre solteiros e divorciados.

O IBGE destaca que no Brasil o casamento civil só pode ser efetivado entre cônjuges solteiros, viúvos ou divorciados.