Vida Urbana

Investigado na operação 'Paçaguá' é preso em São Bento

Suspeito estava abastecendo o caminhão para viajar para o Ceará. 



divulgação/polícia civil
divulgação/polícia civil
osé Dutra de Oliveira foi preso por envolvimento em tráfico internacional de drogas

Um homem de 29 anos foi preso na manhã desta terça-feira (22), na cidade de São Bento, no Sertão da Paraíba, suspeito de integrar uma quadrilha de tráfico de drogas em Estados do Nordeste. O acusado foi um dos investigados na'Operação Paçaguá', deflagrada pela Polícia Federal (PF), no dia 16 de dezembro de 2014. A prisão foi realizada por agentes da Polícia Civil (PC) e ocorreu quando o suspeito abastecia o caminhão para viajar com destino ao estado do Ceará.

De acordo com a PC, o homem foi identificado como José Dutra de Oliveira, e havia um mandado de prisão contra ele expedido pela Vara de Entorpecentes de Campina Grande. Após ser preso, José Dutra foi encaminhado para o presídio da cidade de Catolé do Rocha, onde segue detido. Ainda conforme a PC, o homem se identificou como caminhoneiro e estava preparando uma viagem para o Estado do Ceará, no momento em que foi detido.

A operação 'Paçaguá' foi cumpriu 80 mandados judiciais nos estados da Paraíba, Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Goiás, Paraná e Santa Catarina. O objetivo da ação foi combater uma organização criminosa de tráfico internacional de drogas, responsável por abastecer traficantes sediados em Campina Grande. À época, foram compridos 49 mandados de prisão preventiva, 27 de busca e apreensão e quatro de condução coercitiva.

Segundo os levantamentos feitos durante a investigação, a droga chegava em Campina Grande e era distribuída em pontos de tráfico nos bairros do Jeremias, Pedregal, Monte Santo, Malvinas e Bodocongó. O grupo ainda teria articulações com outros traficantes nas cidades de São Bento-PB, Foz do Iguaçu-PR e São Paulo-SP, que juntos formavam um complexo esquema delitivo para envio de grandes quantidades de entorpecentes para o estado da Paraíba, conforme relatou a PF.

Paçaguá

O nome da operação “PAÇAGUÁ” refere-se ao termo da língua indígena Tupi-Guarani relacionado ao instrumento de pesca, composto por uma pequena rede na extremidade de uma vara, utilizado para recolher grandes peixes fisgados com anzol.