Vida Urbana

Homem é preso em operação contra pornografia infantil

Prisão aconteceu no bairro de Tambaú, na capital.



Tânia Medeiros
Tânia Medeiros
Preso na operação deve ser ouvido ainda nesta terça-feira na sede da Polícia Federal, em Cabedelo

Um homem foi preso durante as ações da Operação Darknet II da Polícia Federal na manhã desta terça-feira (22) no bairro de Tambaú, em João Pessoa. A operação, que teve ínicio nesta manhã, investiga a participação de 67 pessoas na troca e na distribuição de fotos e vídeos com conteúdo pornográfico envolvendo crianças e adolescentes na "Deep Web".

Conforme informações da Polícia Federal, apenas um mandado de busca e apreensão foi cumprido na Paraíba, um dos 16 estados que contam com ações referentes à operação de combate a uma rede de distribuição de pornografia infantil na internet.

Ainda de acordo com a PF, o homem preso foi encaminhado para sede da PF, na cidade de Cabedelo, na região da Grande João Pessoa, onde deve ser ouvido ainda nesta terça-feira. Em seguida ele deve passar por audiência de custódia.

Operação no Brasil

De acordo com nota da PF, cerca de 300 policiais federais cumprem as ordens judiciais nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Maranhão, Pará e Amazonas.

Durante as investigações da Operação Darknet II, a Polícia Federal antecipou o cumprimento de sete ordens judiciais para evitar o possível abuso sexual de crianças no Paraná, Distrito Federal e Rio de Janeiro.

Desde a primeira fase da Operação Darknet, em 2014, a Polícia Federal desenvolve uma metodologia de investigação e ferramentas para identificar usuários da “Dark Web” – considerado um meio seguro de divulgação de conteúdos variados de forma anônima.