Vida Urbana

Pesquisa registra queda no preço do feijão e aumento no do arroz

Quilo do feijão apresentou uma redução de 41,41% em três meses.



Uma pesquisa comparativa realizada pela Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP) verificou que o preço do quilo do feijão registrou queda e o do arroz, subiu no último mês. O feijão carioca da marca Mais Delícia apresenta a maior variação para menos (41,41%), com o maior preço praticado em 30 de agosto a R$ 8,79 e, na pesquisa atual, a R$ 5,15, uma diferença de R$ 3,64.
 
Em comparação com o levantamento de preços do final de agosto, a pesquisa atual mostra que o valor do arroz está em ascensão. A marca Great Ville  (tanto para o branco quanto para o parboilizado) apresenta uma variação de 20,83%, com preços entre R$ 2,88 (agosto) e R$ 3,48 (novembro), diferença de R$ 0,60.

Clique aqui e veja a pesquisa completa do Procon
 
Para o secretário do Procon-JP, Marcos Santos, a vantagem da pesquisa comparativa de preços é que o Procon-JP pode monitorar se há aumento significativo e dentro da razoabilidade, além de indicar ao consumidor onde comprar mais barato. “Ressalto que o consumidor deve observar nosso levantamento de preços porque mostramos a diferença para uma mesma marca e tipo de produto, facilitando a busca de onde encontrar mais barato”. 
 
Menor e maior

A maior variação na pesquisa atual, realizada no dia 1º de novembro de 2016, ficou com o feijão carioca Da Casa, 91,16%, com preços entre R$ 6,79 (Atacadão Atacadista) e R$ 12,98 (Hiper Bompreço), diferença de R$ 6,19. A menor variação ficou com o arroz parboilizado Qualitá (1,77%), com preços entre R$ 3,39 (Extra) e R$ 3,45 (Pão de Açúcar). O Procon-JP levantou preços de 89 itens em 11 supermercados.