Vida Urbana

Servidores e professores do IFPB entram em greve na próxima sexta

Greve foi aprovada em decisão unânime durante assembleia geral.



Reprodução/TV Cabo Branco
Reprodução/TV Cabo Branco
Greve foi aprovada em decisão unânime por servidores e professores. Reunião também contou com presença de estudantes

Servidores e professores do Instituto Federal da Paraíba (IFPB) de João Pessoa decidiram entrar em greve durante reunião que aconteceu na terça-feira (8). Estudantes também fizeram parte da reunião. A principal decisão foi o início da greve já nesta semana.

A greve foi aprovada em decisão unânime. De acordo com a assembleia, o movimento grevista já começa na próxima sexta-feira (11).

A reitoria enviou um representante para participar da assembleia, mostrando-se a favor da greve. Esse representante ainda garantiu que o ponto dos trabalhadores não vão ser cortados durante o período de greve.

Foi declarado também apoio a ocupação dos alunos que estão protestando contra a PEC 55 (antiga PEC 241), conhecida como PEC do teto de gastos. Segundo informações, a ocupação deve ganhar mais força a partir desse posicionamento da reitoria.

Greve na UFPB

Os servidores da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) estão com as atividades paralisadas há 15 dias. Eles se reuniram em assembleia na terça-feira (8) e decidiram pela continuidade da greve, pelo menos até que a PEC do teto dos gastos seja votada e rejeitada no Senado Federal.

Enquanto o movimento grevista durar, apenas os serviços essenciais que envolvem o trabalho dos servidores vão  estar mantidos, a exemplo do funcionamento do Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW).