Vida Urbana

Preso suspeito de participação no desaparecimento de vendedora

Afirmação é do delegado responsável pelo caso; corpo com objetos de Vivianny foi encontrado nesta segunda (7).



Um homem que teria envolvimento no desaparecimento da vendedora Vivianny Crisley foi preso pela Polícia Civil. A afirmação foi feita nesta segunda-feira (7) pelo delegado Reinaldo Nóbrega, que está a frente do caso. "A polícia efetuou a prisão de uma dessas pessoas, mas como está o inquérito sob sigilo, esperamos que nos próximos dias possamos apresentar todo o desenrolar desse caso. Inclusive, ele confessa envolvimento", disse.

A investigação aponta também que há outras pessoas envolvidas no caso. Depoimentos serão colhidos ao longo da semana para a conclusão do inquérito, segundo explicou Reinaldo.

Ainda nesta segunda, um corpo de uma mulher com um cartão de crédito e as sandálias de Vivianny foi encontrado em uma mata de Bayeux, município da Região Metropolitana de João Pessoa. Conforme o perito do Instituto de Polícia Científica (IPC), Rodrigo Farias, o cadáver, que estava em estado de decomposição, vai passar por exames para que seja possível a identificação.

Apesar de aguardar a confirmação, o delegado Reinaldo Nóbrega acredita que o corpo seja da jovem. "Tem que ser muita coincidência para não ser [o corpo]. O par de sandália foi reconhecido pela amiga, temos imagem de câmera de segurança [da boate onde ela sumiu] e verificamos que é a mesma", ressaltou.

Relembre o caso

Viaianny foi vista pela última vez na noite do dia 20 de outubro no bar Bebericos Prime, localizado na principal dos Bancários. A polícia teve acesso a imagens de vídeo que mostrariam Vivianny com o desconhecido, que, por sua vez, faria parte um grupo de pessoas com as quais a jovem teria se aproximado durante a festa.