Vida Urbana

Cesta básica de João Pessoa é a sétima mais barata do país

Entre setembro e outubro cesta teve uma pequeno decréscimo de 0,37%.



Kleide Teixeira
Kleide Teixeira
Nos dez primeiros meses de 2016, todos os produtos registraram variação positiva em seus preços, exceto o tomate

A cesta básica de João Pessoa teve uma pequena redução 0,37% no mês de outubro, em comparação com setembro. O dado foi divulgado Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) nesta segunda-feira (7). Apesar do decréscimo mensal, no ano, o aumento foi de 18,71%. Entre as 27 capitais pesquisadas pelo DIEESE, João Pessoa passou a ser a sétima capital com menor custo da cesta básica de alimentos, caindo uma posição se comparado com setembro. Entre a capitais do Nordeste, ela possui o 5º maior custo.

Entre setembro e outubro, seis produtos apresentaram alta de preço: o tomate comum(7,56%), o café (3,23%), a carne (2,15%), o açúcar (1,42%), pão (0,89%) e o arroz (0,87%). Foi observada redução no valor da banana (9,69%), o feijão (5,89%), a manteiga (3,00%), o leite (1,53%), da farinha de mandioca (1,27%) e do óleo de soja (1,03%).

Nos dez primeiros meses de 2016, todos os produtos registraram variação positiva em seus preços, exceto o tomate que obteve uma redução de 1,86%. Os principais aumentos se deram nos preços do feijão (103,60%), da manteiga (62,04%), da farinha (36,26%), do leite (33,14%), do açúcar (30,14%). Outros produtos apresentaram aumentos em seus preços: café (25,49%), banana (21,30%), arroz (16,95%), óleo de soja (6,39%), carne (4,54%) e pão (2,60%).

O trabalhador pessoense cuja remuneração equivale ao salário mínimo necessitou cumprir, em outubro, jornada de 96 horas e 23 minutos, um pouco menor do que as 96 horas e 44 minutos registradas em setembro.

Em outubro de 2016, o custo da cesta em João Pessoa comprometeu 47,62% do salário mínimo líquido (após os descontos previdenciários). No mês de setembro o percentual exigido foi de 47,79%, mostrando uma pequena redução ao mês referido.