Vida Urbana

Saiba onde descartar o lixo eletrônico de forma correta em JP

Prefeitura tem dois pontos de coleta e mais três devem ser instalados.



As vendas de final de ano aquecem o comércio de eletrônicos, sobretudo os equipamentos de informática. O fenômeno anual, no entanto, põe em xeque um antigo problema para o meio ambiente: o descarte correto do lixo eletrônico. Sem informações necessárias, a maioria da população não realiza o descarte de modo adequado, levando danos irreversíveis ao meio ambiente.

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) possui dois pontos oficiais para receber da população o lixo eletrônico: na sede da Autarquia Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), no Bairro dos Estados, e um anexo da Emlur, no bairro do Róger, em frente ao Parque Arruda Câmara. Até o final do ano, outros três pontos deverão receber o lixo eletrônico nos bairros de Tambaú, Jaguaribe e Mangabeira.

Os pontos de coleta estão aptos a receber material eletrônico - com exceção da linha branca, pilhas e lâmpadas. A população pode levar aos pontos de coleta diversos itens como componentes de computadores e seus periféricos; notebooks, copiadoras, televisores, ventiladores; baterias de chumbo; produtos magnéticos; ar condicionado; aparelhos de celular ou qualquer aparelho eletro-eletrônico que acumule energia.

Além de garantir uma quantidade menor de lixo para o meio ambiente absorver, a reciclagem desse tipo de resíduo gera emprego e renda para muitas pessoas em muitas comunidades. O trabalho começa com o ensino do descarte correto desse lixo, passa por mecanismos de recolhimento e termina com a transformação de itens que iriam poluir o meio ambiente. Além de todos esses benefícios os projetos focados em reciclagem de eletrônicos ainda promovem a inclusão digital de pessoas carentes.

Para Josué Peixoto, coordenador do projeto ‘Coleta Seletiva’ da PMJP, lembra que o processo de descarte correto começa com a consciência ambiental de toda a população. “É um trabalho conjunto de toda a população com o poder público. As pessoas precisam entender que é necessário separar o lixo em casa e não pode misturar o eletrônico com o lixo orgânico. Uma vez separados, o lixo deve ser encaminhado ao local adequado para o descarte. O lixo eletrônico possui metais pesados e constitui um perigo inclusive para os profissionais que irão manuseá-los”, ressaltou.

Parceria

Frequentemente, a PMJP realiza campanhas em parceria com a empresa Ecobras, empresa paraibana que trabalha com reciclagem de equipamentos eletrônicos. “A Emlur vem desenvolvendo campanhas e convocando à população a adotar mudanças no cotidiano. Assim, são espalhados pela cidade de João Pessoa pontos temporários de coleta, de modo a facilitar o processo correto de descarte do lixo eletrônico.

A parceria, que tem acontecido várias vezes ao ano, deve resultar em mais três pontos fixos nos bairros de Jaguaribe, Mangabeira e Tambaú.  Durante as campanhas, As equipes percorrem o calçadão, hotéis, restaurantes e quiosques distribuindo panfletos e esclarecendo a população sobre a importância de participar dessa ação. O objetivo é informar ao cidadão sobre a destinação correta desses resíduos e os riscos do descarte incorreto em áreas públicas como terrenos baldios, ruas e leito de rios.

Serviço:

Locais para o descarte de lixo eletrônico:

Sede da Emlur

Endereço: Av. Minas Gerais, 177 - Estados, João Pessoa – PB

Telefone: (83) 3214-7628

Anexo administrativo da Emlur

Rua Gouveia Nóbrega s/n (em frente ao Parque Zoobotânico Arruda Câmara, Bica)

 

Aprenda mais sobre o lixo eletrônico:

1) O que é lixo eletrônico?

O lixo eletrônico é composto por resíduo material que é resultado do descarte de equipamentos eletrônicos. Vivemos cercados de uma grande quantidade de equipamentos eletrônicos e com isso surgiu um grande problema para o meio ambiente: parte desse lixo não é descartado corretamente.

2) Exemplos de lixo eletrônico

Podemos citar como exemplos de lixo eletrônico aparelhos celulares, monitores de computador, baterias, televisores, notebooks e computadores em geral, impressoras, câmeras fotográficas entre outros. Esses resíduos devem ser descartados da forma correta para evitar problemas para o meio ambiente.

3) O que é coleta seletiva?

Uma forma de evitar a poluição do meio ambiente é através do processo de coleta seletiva. Passe a selecionar o lixo produzido na sua casa, escola e empresa, pois isso faz toda a diferença para o meio ambiente. O conceito básico da coleta seletiva é separar o lixo orgânico do lixo reciclável, ou seja, aquele lixo que não pode mais ser reutilizado daquele que ainda pode se transformar em outras coisas como metais, plásticos e papéis.

4) Os problemas do descarte incorreto

Em geral quando um equipamento eletrônico se mostra obsoleto ou tem algum defeito é descartado. Porém, esse tipo de lixo não pode ser simplesmente jogado no meio ambiente. Um dos principais problemas desse descarte incorreto está no fato de que eles contêm substâncias químicas como chumbo, mercúrio, cádmio, berílio entre outros.