Vida Urbana

Despachantes fraudaram 150 transferências de veículos na Paraíba

Operação apreendeu R$ 50 mil em cheques.



Um grupo de despachantes do Detran na Paraíba fraudou, desde janeiro deste ano, cerca de 150 processos de transferência de veículos.  A ação apreendeu R$ 50 mil em cheques, computadores e munição de calibre 38 durante o cumprimento de seis mandados de busca e apreensão em escritórios e casas de despachantes. Agora a polícia quer descobrir se os veículos envolvidos nas fraudes também têm origem ilícita. As fraudes foram identificadas pela Polícia Civil e a Corregedoria do Detran nesta quinta-feira (3).

Segundo o corregedor do Detran na Paraíba, Valberto Lira Júnior, a investigação durou nove meses e identificou a falsificação de selos cartorários, reconhecimento de firma e selos digitais do Tribunal de Justiça. "A maioria dos processos era de transferência para outros estados, especialmente Rio de Janeiro, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Ceará", explica. De acordo com o delegado Nélio Carneiro, responsável pela operação , foi constatado que muitos veículos foram transferidos de maneira irregular, com documentos falsificados. A fraude aconteceu nos cadastros de veículos vindos de outros estados do Brasil e que recebiam a placa da Paraíba.

O delegado de roubos e furtos, Aldroville Grisi, explica que a polícia identificou que há associação criminosa entre os despachantes. "Na localização de certos documentos, ele foi apontando os demais investigados como proprietários desses documentos", disse. Apenas o homem que foi flagrado com as munições ficou detido.