Vida Urbana

Festas de final de ano devem gerar mais de 250 empregos temporários

Estimativa foi feita pela Câmara Dirigente dos Lojistas de Campina Grande (CDL-CG) e divulgada nesta quinta-feira (27).



A necessidade de mais pessoas para trabalhar no fim de ano deve gerar pelo menos 250 empregos temporários, no comércio de Campina Grande, no Agreste paraibano, em 2016. A estimativa foi feita pela Câmara Dirigente dos Lojistas de Campina Grande (CDL-CG) e divulgada nesta quinta-feira (27). As seleções para as vagas já estão sendo feitas.

Segundo a CDL, as vagas que devem surgir são para operador de caixa, fiscal de loja, estoquista, auxiliar de serviços gerais e vendedor. Em tempos de crise e cortes, a estimativa, apesar de baixa, é vista de forma positiva pela CDL. O número de contratações previstas para o fim deste ano é o mesmo do ano passado.

“Com mês de novembro reagindo mais, surpreendendo o empresário, tenho certeza que em dezembro ele vai ter mais contratações. Procurem as empresas, deixem seus currículos que agora é o período de contratação, para novembro e dezembro”, disse a presidente da CDL-CG, Rosália Lucas.

De acordo com a CDL-CG, uma pesquisa feita com lojistas em todo Brasil já mostrou que apenas 13% dos empresários devem abrir vagas temporárias para este fim de ano. Deste total, 69% dos empresários entrevistados disseram que só vão fazer contatações temporárias no mês de dezembro.

Uma loja de calçados no Centro de Campina Grande já fez uma seleção para funcionários temporários e este ano contratou mais do que no ano passado. Em 2015, foram cinco contrações temporárias e, para este ano, foram selecionados sete funcionários. Entretanto, ao longo deste ano, a empresa demitiu quatro funcionários, ficando com dois funcionários a menos que no fim do ano passado.

Apesar das dificuldades, os comerciantes esperam que as vendas de fim de ano aqueçam a economia e melhorem os lucros. “Nós estamos uma expectativa grande de que, nesses dois meses de novembro e dezembro, a gente dê uma boa aquecida nas nossas vendas” conta o gerente da loja, Sóstenes Silva Santos.