Vida Urbana

Cabo da PM fica gravemente ferido após acidente

Motorista bateu na moto do cabo. Ele não apresenta mais função cerebral.



Divulgação/Secom-PB
Divulgação/Secom-PB

Um cabo do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar ficou gravemente ferido após um acidente de trânsito em Cajazeiras, Sertão da Paraíba. Marcelo Fernandes da Costa pilotava uma moto quando foi atingido por um carro. O Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, onde ele está internado, confirmou nesta segunda-feira (24) que o PM não apresenta mais função cerebral.

A colisão ocorreu na Avenida Severino Cordeiro na noite do sábado (22). O cabo seguia em direção à Rua Júlio Marques do Nascimento, quando o carro saiu da via e colidiu com a moto.

Marcelo Fernandes sofreu várias fraturas e trauma craniano, e seu irmão, José Ricardo, que estava na garupa, sofreu vários ferimentos pelo corpo. Viaturas do Samu e Corpo de Bombeiros transportaram as vítimas para o Hospital Regional de Cajazeiras, depois ele foi transferido para o Trauma de Campina Grande.

Segundo o neurocirurgião que acompanha o caso, Thiago Martins, uma avaliação foi feita nesta segunda-feira após o efeito da sedação no policial passar. "Ele não apresenta mais função cerebral, nem de tronco cerebral. Também não está podendo respirar sozinho", explicou.

O médico ainda informou que o protocolo a ser seguido a partir de agora é estabelecido pelo Conselho Federal de Medicina. Um exame transcraniano deve ser feito para comprovar a ausência de fluxo sanguíneo e após 12 horas um outro médico vai realizar uma nova avaliação para confirmar a morte encefálica.

O motorista que causou o acidente foi preso momentos depois por uma equipe do Bope que passava pelo local . Ele se negou a fazer o teste do bafômetro e foi autuado em flagrante.