Vida Urbana

Açude de Coremas está com apenas 2,6% da capacidade total

Informação foi divulgada nesta quinta-feira pela Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba.



O açude Coremas, no Sertão da Paraíba, está com apenas 2,6% da capacidade total de armazenamento. A informação foi divulgada nesta quinta-feira pela Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa-PB).

Por causa do baixo volume, o açude teve grande redução na perenização dos rios Piranhas, Piancó e outras cidades, que passaram a receber desde o dia 3 de outubro deste ano águas do açude Mãe D'água, que está com menos de 10% do volume total.

Mesmo com o uso das águas do açude Mãe D'água, ainda existe uma vazão de 0,5 m³/s, saindo do açude de Coremas. Segundo a Agência Nacional das Águas (ANA), isso está acontecendo devido à impossibilidade de fechar completamente uma das válvulas de controle do reservatório, que está danificada. Ao todo, está sendo liberada uma de 3,1 m³/s para o rio Piancó.

A medida já era prevista e chegou a ser anunciada pela ANA durante uma reunião realizada na Paraíba, em 9 de junho deste ano, ocorrida em Campina Grande. A previsão apontada era entre outubro e novembro deste ano.

Segundo a agência, quando o açude de Coremas chegar a 14,9 milhões de metros cúbicos, o sistema de captação de água por meio de gravidade perde a eficácia e, por isso, a captação vai ser feita por bombas flutuantes para garantir o abastecimento apenas do município de Coremas.

De acordo com os dados da Aesa, o açude de Coremas tem capacidade para armazenar 591.646.222 metros cúbicos de água, mas está com apenas 15.636.454 metros cúbicos. Já o açude Mãe D'água, tem capacidade para 567.999.136 de metros cúbicos de água, mas está com apenas 56.456.494 metros cúbicos, o que representa 9,9%.

Um gráfico divulgado no site da Aesa, mostra que somente neste 13 dias de outubro, o nível de água baixou 2,49 milhões de metros cúbicos de água. No dia 1 de outubro ele estava com 19,123 milhões de metros cúbicos e nesta quinta-feira (13) está com 15,636 milhões.