Vida Urbana

Mais de 72 mil meninos devem ser vacinados contra HPV na PB

Além disso, 730 paraibanos com HIV/Aids também devem receber a vacina.



Mais de 72 mil meninos devem receber a vacina contra o HPV a partir do próximo ano, de acordo com o Ministério da Saúde. A vacina, que já vinha sendo aplicada em meninas, começará a ser disponibilizada para a população masculina pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em 2016. No Estado, serão 72.637 mil meninos beneficiados de 12 e 13 anos, além de 730 jovens entre 9 a 26 anos vivendo com HIV/aids.

A faixa-etária do público-alvo será ampliada, gradativamente, até 2020, quando serão incluídos os meninos com 9 anos até 13 anos. A expectativa é imunizar mais de 3,6 milhões de meninos em todo o Brasil em 2017, além de 99,5 mil crianças e jovens de 9 a 26 anos vivendo com HIV/aids, que também passarão a receber as doses. Para isso, o Ministério da Saúde está adquirindo seis milhões de doses, ao custo de R$ 288,4 milhões.

O esquema vacinal para os meninos contra HPV será de duas doses, com seis meses de intervalo entre elas. Para os que vivem com HIV, a faixa etária é mais ampla (9 a 26 anos) e o esquema vacinal é de três doses (intervalo de 0, 2 e 6 meses). Com a medida, o Brasil passa a ser o primeiro país da América do Sul e o sétimo do mundo a oferecer a vacina contra o HPV para meninos.

Segundo o ministério, a estratégia tem como objetivo proteger contra os cânceres de pênis, garganta e ânus, doenças diretamente relacionadas ao HPV. A definição da faixa-etária para a vacinação visa proteger as crianças antes do início da vida sexual e, portanto, antes do contato com o vírus. A vacina disponibilizada para os meninos será a quadrivalente, que confere proteção contra quatro subtipos do vírus HPV (6, 11, 16 e 18), com 98% de eficácia para quem segue corretamente o esquema vacinal.

Também a partir de 2017, serão incluídas na vacinação do HPV as meninas que chegaram aos 14 anos sem tomar a vacina ou que não completaram as duas doses. A estimativa é que 500 mil adolescentes estejam nessa situação. Atualmente, a faixa etária para o público feminino é de 9 a 13 anos. Desde a incorporação da vacina no Calendário Nacional de Vacinação, em 2014, já foram imunizadas 5,7 milhões de meninas com a segunda dose.

Meningite C

Além da vacina contra o HPV, será ampliada a vacinação da meningocócica C para adolescentes (sexo feminino e masculino) de 9 a 13 anos, gradativamente, entre 2017 e 2020. No próximo ano, serão incluídos adolescentes de 12 a 13 anos e, a cada ano, será acrescida nova faixa etária em ordem decrescente. A meta é vacinar 80% do público-alvo, formado por 7,2 milhões de adolescentes. Na Paraíba, o público-alvo será de 142.979 mil meninos e meninas.