Vida Urbana

Paraíba deve receber R$ 830 mi de recursos do Banco do Nordeste

Reunião, que será realizada nesta segunda (10), vai discutir estratégias para implementação do recurso. 



Para o próximo ano, a previsão é de que a Paraíba tenha à disposição um montante de R$ 830 milhões do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) para ser aplicado nos diversos segmentos da cadeia econômica do estado. A informação é do Banco do Nordeste.

Por isso, nesta segunda-feira (10), uma equipe do Banco do Nordeste da Paraíba vai reunir no auditório da Federação das Indústrias (Fiep-PB), filial de João Pessoa, um grupo de entidades parceiras da sociedade e de órgãos governamentais para apresentar o planejamento de aplicações do FNE. O encontro vai discutir estratégias para implementação deste recurso.

O superintendente do Banco do Nordeste na Paraíba, Wesley Maciel, apresentará dados sobre a aplicação do FNE ao longo dos anos na Paraíba, visando subsidiar as discussões necessárias ao planejamento da alocação dos recursos para 2017, e o presidente da Fiep-PB, Buega Gadelha, explanará sobre o contexto econômico paraibano.

"O desafio posto para as entidades, gestores e representantes dos diversos setores de atividade, é apresentar projetos consistentes que viabilizem as operações e façam a economia retomar seu ciclo de crescimento", ressaltou Wesley.

Estarão presentes diversas instituições, a exemplo de secretarias estaduais, Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Federação dos Trabalhadores na Agricultura da Paraíba (Fetag-PB), Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar na Paraíba (Fetraf-PB), dentre outras, além da própria Federação das Indústrias da Paraíba.

Em 2016, a Paraíba dispõe de R$ 795 milhões do FNE. As 21 agências do Banco do Nordeste na Paraíba contrataram, no primeiro semestre de 2016, 71,8% de todo o crédito de longo prazo concedido no estado, exceto imobiliário, e 75,1% de todo o crédito concedido na área rural paraibana.

Os dados foram divulgados pelo Sistema de Informações do Banco Central (Sisbacen), que considera todos os bancos comerciais e múltiplos com carteira comercial. Os números de contratação do Banco do Nordeste incluem recursos internos e do FNE.

O FNE é um recurso constitucional operado pelo Banco do Nordeste nos nove estados nordestinos mais o norte de Minas Gerais e do Espírito Santo, cujo objetivo é promover o desenvolvimento regional através da oferta de taxas diferenciadas aos empreendedores e empresários locais, a fim de que possam se estruturar, além de reformar ou ampliar seus empreendimentos, seja na área urbana ou rural.