Vida Urbana

Menino de 6 anos é morto com tiro no coração

Trio de assaltantes achou que houve reação durante assalto e atirou. Disparo atingiu coração da criança.



Reprodução/TV Cabo Branco
Reprodução/TV Cabo Branco
Criança ainda chegou a ser socorrida, mas não resistiu ao ferimento e já chegou sem vida ao hospital

Uma criança de seis anos morreu durante um assalto na noite da quinta-feira (6) na Zona Rural de Pedras de Fogo, no Litoral Sul paraibano. Segundo a tia da criança, a família do garoto teria ido fazer compras na Zona Urbana, e na volta foi surpreendida por um trio de assaltantes. Durante o assalto, os bandidos acharam que houve reação e efetuaram um disparo, que atingiu a coração da criança.

A família mora em Una de São José, Zona Rural de Pedras de Fogo, e no fim da tarde a criança foi com os pais de motocicleta ao mercado que fica na região central da cidade, na volta para casa a família foi surpreendida por três homens que estavam encapuzados e armados.

O trio saiu de dentro do canavial e rapidamente já anunciou o assalto. O pai, que pilotava a motocicleta, não teve tempo de reação, porém os assaltantes mesmo assim efetuaram disparos. Os disparos atingiram a criança.

Segundo a tia da criança, ela ainda chegou a ouvir o barulho dos disparos. "A gente estava pronta para ir a escola, eu e minha irmã. Aí a gente escutou distante, um tiro na fazenda, que é onde ele mora. Então a gente se assustou. Quando o ônibus já vinha, meu irmão ia chegando. Aí ele disse: 'acabaram de matar meu filho, deram um tiro nele", relatou. Acrescentando que o momento que receberam a notícia foi difícil para a avó da criança, e toda a família presente.

Ainda de acordo com a tia da criança, seu irmão não reagiu ao assalto. "Ele freou para parar, mas como ele vinha muito rápido, rabeou [a moto]. E no momento de parar a luz [de freio] de trás não acendeu, então eles acharam que meu irmão não ia parar. Então deram o disparo, e foi direto no coração do menino", disse.

A criança ainda chegou a ser socorrida. O pai o colocou na moto, jogou as compras que fez no chão, e foi em busca de ajuda. Quando chegou próximo a um bar, encontrou um caminhoneiro que lhe deu carona e os trouxe para o hospital. Mas quando chegou no Hospital Distrital Dr. José de Souza Maciel, o garoto não resistiu ao ferimento e já chegou sem vida.

Segundo a polícia, até o momento nenhum suspeito de participar do assalto e de realizar os disparos foi preso.