Vida Urbana

MPPB apura se incêndios em São Bento foram criminosos e convoca reunião de urgência

Uma reunião de urgência foi convocada pelo promotor para avaliar o quadro.




Incêndio no pátio do Fórum de Justiça. Foto: divulgação

O Ministério Públicoda Paraíba iniciou está investigando se os dois incêndios registrados em cerca de 24 horas no município de São Bento, no Sertão, têm relação entre si e se foram criminosos.

Umareunião, em caráter de urgência, foi requisitada pelo promotoria de Justiça, com as presenças do prefeito de São Bento, Jacques Lúcio (DEM) e de representantes das polícias Civil e Militar, da Câmara de Vereadores, do Conselho Municipal de Segurança.

O primeiro incêndio ocorreu na madrugada da terça-feira (13) no pátio da Secretaria de Infraestrutura do município, destruindo cinco ônibus escolares. Na madrugada desta quarta-feira (14), um novo incêndio foi registrado na cidade, desta vez no estacionamento do Fórum de Justiça. Pelo menos cinco veículos foram totalmente destruído pelo fogo.

Segundoinformações da Polícia Civil, os veículos atingidos pelas chamas eram apreendidos e estavam estacionados no local há vários meses. A delegada da Polícia Civil, Sílvia Alencar, a suspeita que o incêndio tenha sido criminoso, uma vez que os veículos estavam no local sem funcionar há bastante tempo, não existindo em princípio nenhum indício para situação.

O segundo incêndio em dois dias seguidos levantou suspeita de que talvez não tenham sido acidentes. O promotor de Justiça Osvaldo Lopes afirmou que, caso fique constatado que houve delito, ou seja, que foram provocados, as ações criminosas precisam ser coibidas para evitar que atos desta natureza se repitam. Segundo ele, a reunião deve traçar metas para, se necessário, reforçar a segurança pública na região.

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.