Vida Urbana

Motoristas de ônibus de João Pessoa voltam a circular após protesto por salários

Sindicato das empresas admite dificuldade em pagar salários dos funcionários.




Manifestação começou por volta das 9h (Foto: Raniery Soares/CBN)

Os motoristas de ônibus de João Pessoa voltaram a circular na tarde desta segunda-feira (20), após uma paralisaram as atividades pelo centro da cidade que durou cerca de quatro horas. De acordo com o sindicato da categoria, a ação é um protesto para cobrar o pagamento de salários atrasados. Os ônibus foram estacionados nas plataformas do Parque Solon de Lucena, um dos pontos mais movimentados da capital.

“Hoje é pelo salário que está atrasado, no mês passado as empresas pagaram no último dia alegando que quem pagou foi o banco, que as empresas estão quebradas e não tem condições de pagar”, afirmou o presidente do sindicato, Antônio de Pádua.

O dirigente afirmou que além dos salários atrasados, os motoristas também querem discutir a situação do transporte público na capital paraibana. “A cidade está invadida por clandestinos, mototaxis, por aplicativo. O sistema quebrou, tem empresas que faz 10 anos que não compra um carro. Esse ano não entrou um carro novo no sistema”, disse .

Pádua afirmou que a paralisação vai ser mantida até que haja um diálogo sobre o pagamento de salários. “Queremos ser recebidos pelas empresas, queremos receber nossos salários,a prefeitura tem que receber as empresas e o sindicato. A gente quer conversar, a gente não quer parar. Tem que resolver o problema”, completou.

O presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de João Pessoa (Sintur-JP), Isaque Ramos, informou que a folha de pagamento deveria ter sido efetivada na sexta-feira (18), mas o Sintur não conseguiu. “Essa paralisação nos pegou de surpresa, porque estávamos tentando negociar”. No entanto, o Sintur ainda afirmou que não pode garantir que o pagamento será feito nesta segunda-feira.

Atualmente, João Pessoa tem 475 ônibus na frota, de acordo com o Sintur, e 170 mil passageiros por dia. Nesta segunda-feira, cerca de 80% da frota estava parada, afetando, aproximadamente, 136 mil passageiros.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.