Vida Urbana

Morre jornalista paraibano Carlos Tavares

Corpo do jornalista Carlos Tavares será enterrado nesta quarta-feira (8) em João Pessoa; Carlos Tavares lutava há dois anos contra um câncer. 




Será enterrado hoje no cemitério Senhor da Boa Sentença, em João Pessoa, o corpo do jornalista e escritor paraibano Carlos Alberto Tavares de Melo, de 56 anos. Carlos sofreu falência múltipla dos órgãos, ontem, após dois meses de internação em um Hospital de Brasília (DF), cidade em que morava há cerca de 30 anos.

Conforme o irmão do jornalista, o artista plástico Flávio Tavares, Carlos lutava havia mais de um ano contra um câncer de laringe, que evoluiu para um quadro de câncer pulmonar. O corpo do paraibano será velado na Funerária São João Batista, também na capital, em horário ainda a ser definido.

Natural de João Pessoa, Carlos Alberto Tavares trabalhou em diversos veículos de comunicação impresso da capital. Também passou pela Gazeta Mercantil, Folha de São Paulo, Estadão e o Correio Braziliense – onde atuava atualmente como subeditor da editoria Mundo.

Formado em Letras pela Universidade Federal da Paraíba, o jornalista e escritor era conhecido pela sua veia literária. Ele deixou dois livros publicados (‘Fábulas da Febre’ e ‘Arnaldo Tavares – Médico e Poeta’) e quatro ainda inéditos. “Muitos amigos escritores o consideram um dos grandes contistas da atualidade, um talento a se revelar, além do dom jornalístico”, comentou Flávio.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.