Vida Urbana

Moradores fecham Acesso Oeste em protesto contra homicídio

Agentes da Semob foram enviados ao local para orientar motoristas.



Walter Paparazzo/G1
Walter Paparazzo/G1
Protesto de moradores da Ilha do Bispo deixou o fluxo de veículos lento no Acesso Oeste

O assassinato de um morador da Ilha do Bispo motivou um protesto realizado no fim da tarde desta terça-feira (30), que intertidou o Acesso Oeste e deixou o fluxo de veículos lento. A Secretaria de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP) enviou agentes para o local e até as 17h30 o congestionamento era intenso na via.

Conforme familiares do homem assassinado, o crime aconteceu no domingo (28) e não teria motivação. A irmã da vítima, Josivânia Martins, comentou que o irmão foi morto por homens em um carro enquanto caminhava para comprar cerveja.

"Meu irmão estava assistindo a um jogo [de futebol] e foi comprar cerveja. No caminho, encontrou com homens em um carro, que saíram e atiraram sem perguntar nada", relatou sobre o caso.

Ainda de acordo com Josivânia, o irmão não tinha envolvimento com a criminalidade. "Meu irmão era inocente, trabalhador e pai de família. Ele não fez nada de errado para merecer isso, por isso estamos aqui fazendo esse protesto. Para que mais um caso não fique impune. Queremos justiça", finalizou. 

Segundo a Semob, por volta das 18h30 a via foi liberada e o trânsito voltou a fluir normalmente.

Atualizada às 18h45


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.