Vida Urbana

Menos de 30% dos servidores estaduais da Paraíba têm curso superior e há 37 sem instrução

Dados fazem parte da Pesquisa de Informações Básicas Estaduais, do IBGE.




Centro Administrativo, em João Pessoa, concentra maior parte dos servidores. Foto:Arquivo/Rizemberg Felipe

Dados da Pesquisa de Informações Básicas Estaduais – Estadic 2018, divulgados nesta quarta-feira (25), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revelam que, do universo de 40.159 servidores estaduais da Administração Direta e Indireta na Paraíba, que declararam o grau de instrução, 29,64% tem curso superior. Na outra ponta, 37 declararam não ter instrução escolar. A maioria – 21.253 (52,92%) – tem apenas o ensino médio e 3.674 (9,14%) pós-graduação.

Segundo o estudo, a Paraíba tinha, no ano passado, um total de 65.018 servidores no quadro do estado, sendo 53.178 servidores na Administração Direta e 11,840 na Administração Indireta. Desse total, o Estadic levantou o grau de instrução de apenas 40.159. Toda a classe de servidores estatutários da Administração Direta está classificado como “Não soube informar”, ou seja, 61,76% dos servidores desta categoria. Por isso, o número de servidores sem instrução, ou mesmo com grau de instrução mais elevado, pode ser ainda maior.

No que diz respeito à relação de trabalho com a Administração estadual, segundo o Estadic, na Administração Direta, a maioria dos servidores são contratados pelo regime estatutário (36.699) e a segunda maior fatia são dos servidores sem vínculo permanentes (12.922). Nesse ‘bolo’ estão aqueles servidores cedidos por outros órgãos, os prestadores de serviços autônomos, os voluntários, os contratados por tempo determinado entre outros.

A Paraíba se destacou dos outros estados brasileiros, na pesquisa Estadic, por não ter servidores contratados em regime de CLT na Administração Direta.

Administração Indireta

Já na Administração Indireta, a maioria é contratada pelo regime CLT, com carteira assinada, no total de 4.332. O resultado fez a Paraíba ocupar a primeira posição com o maior número deles em seu quadro, com 32,5% somente de comissionados.

Ainda no âmbito da Administração Indireta, em quantidade quase igualada, estão os estatutários (3.652) e os somente comissionados (3.847), que são aqueles ocupantes de cargo em comissão que não possuem cargo efetivo.
A Paraíba também informou não ter ninguém sem vínculo permanente contratado na Administração indireta.

 

Escolaridade Administração Direta Administração Indireta Total
Sem instrução53237
Ensino Fundamental43728543291
Ensino Médio13309794421253
Ensino Superior2602930211904
Pós-graduação12635483674

Estadic

A Pesquisa de Informações Básicas Estaduais, em sua sexta edição, tem 2018 como ano de referência e obteve informações relativas a todas as Unidades da Federação do País. O estudo traz os resultados, para as 26 Unidades da Federação e Distrito Federal, sobre a administração pública, especificamente sobre os temas de Recursos Humanos, Educação, Cultura, Saúde, Assistência Social, Segurança Alimentar, Trabalho e Inclusão Produtiva e Política para Mulheres, a partir dos registros e das informações fornecidas pelas administrações públicas.

As informações coletadas em cada estado, em geral, são resultado de uma consulta a pessoas posicionadas nos diversos setores e/ou instituições investigados que detêm informações sobre os órgãos públicos e os demais equipamentos estaduais.

 

Servidores do Estado da Paraíba Quantidade
Administração Direta
Estatutário36.699
CLT0
Somente comissionados3.509
Estagiários48
Sem vínculo permanente12.922
Total 53.178
Administração Indireta
Estatutário3.652
CLT4.332
Somente comissionados3.847
Estagiários9
Sem vínculo permanente0
Total 11.840


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.