Vida Urbana

Imóveis são demolidos para viabilizar obra na Barreira de Cabo Branco

Demolição começou nesta quinta-feira (14), sob orientação da Defesa Civil em João Pessoa.




Imóveis são demolidos para viabilizar obra na Barreira do Cabo Branco, em João Pessoa — Foto: TV Cabo Branco/Reprodução

Para dar continuidade às obras de proteção à Barreira de Cabo Branco, nove casas e três estabelecimentos comerciais começaram a ser demolidos na manhã desta quinta-feira (14). As construções ocupavam uma área pública na Rua Hermano Toscano, e foram demolidas por uma empresa contratada pela Prefeitura de João Pessoa, sob orientação da Defesa Civil.

Todas as famílias que moravam no local concordaram com a remoção, e devem receber um auxílio aluguel e efetuar um cadastro para o recebimento de futuras moradias da Prefeitura, de acordo com o coordenador da Defesa Civil em João Pessoa, Noé Estrela. Ainda conforme Noé, duas famílias que não haviam desocupado suas casas devem sair do local nas próximas horas.

Moradores locais relataram à TV Cabo Branco que compraram os imóveis sem saber que estavam localizados em uma área irregular. No caso de Antônia Isabel, 68 anas, apenas o muro da casa dela ocupava a área pública e, por isso, será demolido. No entanto, a moradora comentou que, mesmo sendo prejudicada, entende o posicionamento da prefeitura. “Quem construiu foi o meu genro e a gente não sabia que ocupava uma área pública. Mas entendo a necessidade da prefeitura para que a obra continue”, disse.

Na área desocupada deve ser construído um dos ramais de drenagem, ainda da primeira fase de proteção da Barreira do Cabo Branco. Na última segunda-feira (11), o Governo Federal, através do Ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, anunciou a autorização da liberação de recursos para a obra, que atualmente está em fase de drenagem. Conforme o Ministro, ainda na segunda (11) foi depositada a primeira parcela dos recursos.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.