Vida Urbana

Hospital Metropolitano de Santa Rita assumiu retaguarda do Trauma com 42 leitos

Unidade está substituindo o HTop, fechado pelo governo do estado em dezembro.




Devido ao fechamento do Hospital de Traumatologia e Ortopedia da Paraíba (HTop), a Secretaria de Estado da Saúde separou 42 leitos de internação e três alas cirúrgicas no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em Santa Rita, para funcionar como retaguarda do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. A unidade de saúde recebeu novos equipamentos para dar suporte ao Trauma em cirurgias de ortopedia e traumatologia.

Agora, os pacientes que necessitam de cirurgias eletivas, aquelas que podem ser programadas, serão transferidos para o Hospital Metropolitano, de acordo com a necessidade de cada um e da unidade hospitalar.

O o governo da Paraíba encerrou as atividades no fim de dezembro. Segundo a secretaria de saúde, o fechamento ocorreu pelo fim do contrato do aluguel do prédio onde funcionava o hospital, na avenida Monsenhor Walfredo Leal. O HTop atendeu quase 20 mil retornos ambulatoriais e realizou mais de duas mil internações no ano de 2019.

Com o fechamento da unidade, os pacientes que necessitarem fazer acompanhamento médico, após a alta hospitalar, devem procurar o Ambulatório de Traumatologia da Paraíba (ATP), que fica localizado no mesmo prédio do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), na Avenida Jesus de Nazaré, 120, Jaguaribe, por trás do Hospital Arlinda Marques.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.