Vida Urbana

Hospital materno infantil de Bayeux é interditado pelo CRM da Paraíba

Suspensão no atendimento teve início desde a 0h desta quarta-feira (7).




Hospital Materno Infantil de Bayeux foi interditado eticamente pelo CRM-PB. Foto: Francisco França

A equipe médica do Hospital Materno Infantil João Marsicano, localizado no Centro de Bayeux, está impedida de prestar atendimento ao público desde 0h desta quarta-feira (7). A unidade hospitalar foi interditada eticamente pelo Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) na terça-feira (6).

De acordo com o diretor de Fiscalização do CRM-PB, João Alberto Pessoa, o Conselho foi informado que a Vigilância Sanitária havia interditado o bloco cirúrgico e a central de esterilização do hospital na manhã desta terça-feira, impedindo a realização de procedimentos e cirurgias no hospital.

“A unidade hospitalar é uma maternidade. Diariamente são realizados partos e procedimentos de urgência. Diante desta situação, para evitar risco ao atendimento da população e à segurança do ato médico, decidimos pela interdição ética dos médicos até a situação do bloco cirúrgico e da central de esterilização ser normalizada”, disse João Alberto.

Ele acrescentou ainda que o CRM está aguardando que a Diretoria Técnica do hospital entregue a escala completa de plantões de pediatras, obstetras e anestesistas, assim como registre o nome do diretor técnico responsável pela unidade hospitalar no CRM. “Verificamos que há médicos que estão com plantões de 36h corridas. Isso é humanamente impossível. Um plantão é 12h. O médico está sobrecarregado porque faltam profissionais no hospital”, destacou.

João Alberto ressaltou ainda que a interdição ética realizada pelo CRM-PB impede, exclusivamente, o médico de atender na unidade hospitalar. A medida tem o objetivo de preservar um atendimento médico de qualidade à população e também a segurança do ato médico.

A Secretaria de Saúde de Bayeux informou ao portal G1 que os problemas encontrados nas áreas interditadas estão sendo solucionados. Uma reunião com a Vigilância Sanitária deve acontecer ainda nesta quarta-feira.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.