Vida Urbana

Horário de verão pode acabar no Brasil, analisa governo federal

Assunto vem sendo discutido pela ONS, conforme Casa Civil. 



Divulgação
Divulgação
No país, o horário de verão é adotado desde 1931 e só no ano passado teria gerado economia de R$ 162 milhões

O horário de verão pode estar com os dias contados. O governo federal, conforme a Casa Civil, vem discutindo se vai continuar com a medida neste ano. Ainda de acordo com a pasta, o assunto vem sendo analisado com base em um estudo realizado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

Segundo o cronograma, o horário de verão deve começar no próximo dia 15 de outubro, se não houver mudanças, e deve vigorar até o dia 18 de fevereiro de 2018. Com isso, o relógio deve ser adiantado em uma hora nas Regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país.

História

No país, o horário de verão é adotado desde 1931. O objetivo da medida é diminuir o consumo de energia, além da redução custos operacionais da geração de eletricidade. A ONS afirmou que o último horário de verão possibilitou uma economia de R$ 162 milhões. 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.