Vida Urbana

Homem mata esposa e depois se mata em frente a loja de carros em João Pessoa

Empresário estaria inconformado com o pedido de separação da esposa.




Tâmara Valença foi morta pelo marido nesta quinta-feira (18). Foto: Arquivo Pessoal/Facebook

Um homem assassinou a esposa a tiros, no fim da manhã desta quinta-feira (18), no bairro da Torre, em João Pessoa, e logo depois se matou com um tiro no ouvido. O crime aconteceu em frente a uma loja de veículos que era de propriedade do filho do casal. De acordo com informações da Polícia Militar, a vítima do feminicídio, Tâmara Valença, chegou a ser socorrida pelo filho do suspeito, mas não resistiu e morreu.

Conforme informações repassada pelo sargento Edmilson, da Polícia Militar, os funcionários informaram que os dois eram casados, mas a mulher queria se separar e, por isso, brigavam muito. Antes de atirar, o suspeito, identificado como Marconi Alves Diniz, teria discutido com a esposa.

Uma moradora disse que ouviu três disparos e correu para socorrer a vítima. Logo em seguida, Marconi Alves se matou com um tiro no ouvido. Segundo a PM, a arma foi encontrada embaixo do corpo dele.

Na redes sociais, Marconi Diniz deixou uma frase enigmática relativa a esta quinta-feira. Na postagem, ele afirma que “a humilhação que você passa vai acabar junto com o seu problema nesta quinta-feira”.

Mais uma vítima

Este é o segundo caso de feminicídio registrado pela polícia da Paraíba nesta semana. Na última segunda-feira (15), a secretária de Educação da cidade de Boa Vista, Dayse Auricéa Alves, foi morta a tiros na noite dentro de um quarto de motel na BR-104, entre a saída de Campina Grande e a cidade de Queimadas. O autor do crime, o marido da secretária, Aderlon Bezerra de Souza, de 42 anos, cometeu suicídio logo após atirar contra a esposa.

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.