Vida Urbana

Governo apresenta ao ministro municípios com alto risco de epidemia de dengue

Governador Ricardo Coutinho se reúne com ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e apresenta diagnóstico dos casos de dengue no Estado.




Da Redação
Com Secom-PB

São nove os municípios paraibanos que estão sob maior risco de epidemia de dengue no Estado. Poço José de Moura, Santa Cruz, Barra de Santa Rosa, Carrapateira, Montadas, Santa Terezinha, Serra Branca, São José do Umbuzeiro e Brejo Santo constam no diagnóstico entregue pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) ao ministro da Saúde, Alexandre Padilha, na tarde desta sexta-feira (18). O ministro está na Paraíba para o lançamento da Campanha Nacional de Combate à Dengue.

O município de Poço José de Moura lidera a lista dos que têm mais chances de sofrer com uma epidemia da doença. Segundo o diagnóstico entregue ao ministro, o município registra 509,8 casos por 100 mil habitantes. Logo em seguida, aparecem Santa Cruz, com 404,4 casos a cada 100 mil habitantes, e Barra de Santa Rosa, com 302,7 casos a cada 100 mil.

Neste documento entregue ao ministro também constam as medidas que já estão sendo tomadas dentro do Plano de Contingência da Dengue que está sendo desenvolvido em parceria com os 223 municípios paraibanos.

No ano passado, o Governo do Estado não elaborou o Plano de Contingência da Dengue, o que deixou o Estado em situação delicada para 60 municípios, que estão com alto risco de epidemia. De acordo com o secretário de Saúde do Estado, Mário Toscano, a situação levou o governo estadual a elaborar um plano em caráter emergencial que já foi entregue ao ministério com algumas ações: descentralização da sorologia e do diagnóstico da dengue em Guarabira, Campina Grande e Patos; readequação do laboratório central, aquisição de kits de sorologia; e recomposição do quadro de medicamentos.

Além do documento com o diagnóstico sobre a dengue no Estado, foi entregue também ao ministro Alexandre Padilha, pelo secretário Mário Toscano, um ofício pedindo a liberação de R$ 3,5 milhões para a conclusão do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. Padilha garantiu que o Ministério está providenciando a liberação dos recursos até pela necessidade da região de Campina Grande em receber o equipamento.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.