Vida Urbana

Fumaça de queimadas na África está alcançando litoral do Nordeste; João Pessoa está entre as capitais prejudicadas

Dados mostram que mudança em coloração do céu e nebulosidade são consequências das queimadas africanas.




A fumaça de queimadas que ocorrem em países da África tem causado a poluição do ar de João Pessoa e de outras capitais do nordeste, de acordo com dados de satélites, observados pela Associação Paraibana de Astronomia. A fumaça vem do centro sul da África, na altura da República Democrática do Congo, Zâmbia e países vizinhos.

O diretor técnico da Associação Paraibana de Astronomia, Marcelo Zurita, identificou a presença de fumaça poluente na capital paraibana através da observação da cor mais avermelhada do pôr do sol pessoense. Segundo ele, a nebulosidade observada no céu de João Pessoa não é comum nesse período do ano, sendo justificada apenas em época de queimadas de cana de açúcar.

Amigos do Nordeste, Já perceberam um pôr do Sol mais avermelhado nos últimos dias? Geralmente isso ocorre devido à…

Publicado por Marcelo Zurita em Quinta-feira, 22 de agosto de 2019

“A gente não percebe, acha que por ficar do outro lado do oceano estamos livres do que acontece do outro lado do mundo, mas a atmosfera é uma só (…) A sujeira que está lá na África chega aqui de uma forma ou de outra. Num grau menor, mas chega.”, explicou Zurita.

A fumaça que veio da África aumentou o índice de poluição do ar no litoral da Paraíba, que está três vezes maior do que o recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), e além de João Pessoas, outras capitais das costas litorâneas do nordeste, como Natal e Recife, também estão sendo prejudicadas.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.